Santa Casa de Birigui assume Pronto-Socorro Municipal na próxima segunda-feira (16); contrato é de R$ 17 milhões por ano

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), assinou na manhã desta segunda-feira (09), contrato com a OSS (Organização Social de Saúde) da Santa Casa de Birigui para gestão do Pronto-Socorro Municipal e serviços de urgência e emergência. Por ano, o município vai gastar R$ 17 milhões com a prestação de serviço terceirizada.

A Santa Casa de Birigui foi a melhor classificada entre quatro entidades que apresentaram propostas em chamada pública realizada pela Prefeitura. A nova gestora do PS e serviços de urgência e emergência, assim como o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), assume as atividades no próximo dia 16.

O contrato foi assinado pelo prefeito, pela secretária municipal de Saúde, Carmem Silva Guariente, e os representantes da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Birigui, Cláudio Castelão Lopes e Gevanildo Vieira Dias. Testemunharam a assinatura a vice-prefeita Edna Flor e o vereador Marcio Saito, integrante da Comissão de Saúde da Câmara .

O Contrato de Gestão estabelece o gerenciamento, operacionalização e execução de ações e serviços de saúde, da Central de Regulação Médica e Transporte de Urgência e Emergência e do Pronto Socorro Municipal “Aida Vanzo Dolce” e seus anexos.

Caberá à organização contratada assumir, dia e noite, os serviços médicos de ortopedista e clínicos gerais, técnico de gesso, técnico de raio-x , controladores de fluxo, serviços de laboratório, plantões do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e limpeza.

Com a futura transferência do pronto-socorro para o antigo Hospital Santana, haverá incorporação de mais serviços. Para se ajustar com a nova terceirizada, a secretária Carmem Guariente solicitou reuniões para definição da pessoal a acontecer às 0h do dia próximo dia 16 de abril, quando termina a prestação de serviços que até hoje é realizada pela OSS da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Andradina.

Compartilhe