OVOS CORTADOS: alunos da rede municipal ficam sem presente de Páscoa no primeiro ano de governo do prefeito Dilador Borges

A Prefeitura de Araçatuba assinou nesta quarta-feira (12) uma importante ordem para a contratação de serviços especializados de engenharia para adequação do sistema de combate a incêndio e obtenção do AVCB (Auto de Vistoria de Corpo de Bombeiros) nas escolas municipais. Seria uma grande notícia para os alunos da rede municipal de ensino se ela não gerasse nos estudantes de mais de 60 unidades de ensino uma grande frustração num período de grande expectativa: no caso, a Páscoa.

Em 2015, a administração municipal, conduzida pelo petista Cido Sério, fez a entrega dos ovos de chocolate aos estudantes e por conta disso foi massacrada, principalmente por aliados políticos do atual chefe do Executivo. Passados dois anos, o que a Prefeitura faz acaba sendo pior que o atraso de outrora.

A rede municipal de ensino é composta, em sua ampla maioria, por estudantes que vêm de famílias humildes e que, muito provavelmente, não receberão dos pais ovos de chocolate tradicionais neste período do ano. Não que a Prefeitura tenha a obrigação de fazê-lo, mas uma vez que a entrega desse agrado aos estudantes tenha se tornado tradição, não custaria muito à Prefeitura, que diz estar fazendo tantas economias, apertar um pouco mais o cinto para agradar suas crianças, que já enfrentam os dissabores de um período em que as principais notícias que se ouve no país estão relacionadas a crise e corrupção.

O prefeito Dilador Borges tem seu jeito de ser e agir, até aí, cada qual com os seus problemas. No entanto, ninguém na Prefeitura pensou no afago que simples ovinhos de chocolate proporcionariam em crianças que vivem de expectativas?

A atual vice-prefeita Edna Flor (PPS), enquanto vereadora, sempre cobrou os governantes quando algo faltava a quem quer que seja. Em 2016, a merenda ruim oferecida pela Prefeitura aos estudantes gerou até investigação pela Câmara. Será que ela não se lembrou disso, não discutiu a questão com a secretária de Educação, Silvana de Souza e Souza, sua indicada para o cargo?

Certamente, o gasto com ovos de chocolate para os estudantes não colocariam a Prefeitura de Araçatuba em pior situação financeira. Talvez, se o governo não tivesse começado a distribuir gratificações a quem já recebe generosos salários, em especial os mais de 120 apadrinhados que abriga em sua gestão, teria condições de agradar a crianças que estão começando a ser moldadas para cuidar do futuro de nossa cidade e do país em que vivemos.

Com todo respeito, e não desmerecendo a necessidade do auto de vistoria dos Bombeiros para as unidades escolares, faltou sentimento para com os estudantes da rede municipal de ensino. E se Dilador e seu grupo não estivessem no governo neste momento, certamente não faltariam cobranças e críticas.

Compartilhe

Política e Mais

Informações sobre os bastidores da política em Araçatuba e Região e assuntos relevantes aos internautas, como economia, negócios, cultura, esportes, polícia e lazer.