Os tempos de crise e o apaniguado que trabalhou na Odebrecht

Tem um apadrinhado do prefeito Dilador Borges (PSDB) na Prefeitura de Araçatuba, irmão do diretor de entidade local que enfrenta pedido de bloqueio de bens nas Justiça por irregularidades em serviços prestados ao município, conforme indica o Ministério Público em ação ajuizada na Vara da Fazenda Pública, que parece não ter muita noção das coisas que publica em sua página no Facebook.

Diretor na secretaria “fantasma” de Desenvolvimento Agroindustrial, que na gestão de Dilador virou um puxadinho da pasta de Desenvolvimento econômico, que faz questão de estampar que trabalhou na empresa Odebrecht Agroindustrial.

Em tempos de crise política e com um país inteiro à espera do que foi revelado por dezenas de diretores da Odebrecht sobre esquema de corrupção de que levou a Procuradoria-Geral da República a pedir investigação de mais de 300 políticos e pessoas, o tal diretor parece não ter muita noção da leitura que pode ser feita de sua publicação. Mesmo que tenha sido só um simples funcionário da empresa ou queira tirar sarro de alguma coisa.

Em tempos de escândalo, mostrar que trabalhou na Odebrecht não é bom currículo em canto algum. Muito menos para quem ocupa cargo apaniguado em uma administração pública, onde os escolhidos para cargos de confiança do chefe do Executivo têm sobre suas costas sempre o peso da suspeita.

O irmão do apadrinhado, que é mais espertalhão, que gosta de dizer que é do núcleo de apoio ao governo, poderia orientar o parente. Tem coisa, que é melhor manter escondidinha do que ser mostrada mesmo que em forma de brincadeira. #Ficaadica.

Compartilhe

Política e Mais

Informações sobre os bastidores da política em Araçatuba e Região e assuntos relevantes aos internautas, como economia, negócios, cultura, esportes, polícia e lazer.